17 julho 2009

06 julho 2009

01 julho 2009

Mega Fim de Semana...

Super Dragões fazem três feridos dos NN e destruem bar.

Os desacatos ocorreram em Lagoa, onde decorre a final da Taça de Portugal de andebol. A claque afecta ao FCP diz ter reagido a insultos, já os donos do estabelecimento dizem que os Super Dragões "começaram a partir tudo, sem mais, nem menos".























































































































































Um grupo de 20 elementos da claque Super Dragões , afecta ao FC Porto, provocou hoje três feridos ligeiros e destruiu o interior de uma pastelaria, em Lagoa, onde decorre a final da Taça de Portugal de andebol.

Os desacatos provocados pelo grupo da claque de apoio ao FC Porto, liderado por Fernando Madureira, levaram à intervenção dos cerca de 10 elementos da GNR que se encontravam no local e que conseguiram acalmar os ânimos, mas não efectuou qualquer detenção.

Em declarações à agência Lusa, a proprietária da pastelaria, situada junto ao pavilhão Jacinto Correia, disse que "os elementos da claque do Porto entraram no estabelecimento e começaram a partir tudo, sem mais, nem menos".

"Partiram tudo, mesas cadeiras, arrancaram o extintor e agrediram um jovem que estava na esplanada", disse a proprietária que teve de encerrar o estabelecimento por este ter ficado sem condições para continuar a funcionar.

Por seu turno, o líder dos Super Dragões, Fernando Madureira, disse à Lusa que "o grupo reagiu aos insultos de dois ou três jovens que estavam na esplanada com camisolas da claque dos No Name Boys, afecta ao Benfica".

"Fomos provocados e reagimos", disse Madureira, acrescentando que se vai responsabilizar e pagar "todos os estragos provocados pelo grupo".

Depois de identificado pela GNR, Fernando Madureira e os restantes elementos da claque portista entraram no Pavilhão Jacinto Correia, para assistir ao jogo da final da Taça de Portugal em andebol, entre o FC Porto e o ABC de Braga.